Prefeitura cria plano de contingência para combater o coronavírus em Águas Vermelhas

0

Aconteceu na manhã desta quinta-feira (19), na Secretaria Municipal de Saúde, uma reunião de operacionalidade que teve como finalidade a realização do planejamento de contingência municipal para combater a infecção pelo coronavírus.

Participaram da reunião profissionais e autoridades da saúde do município, representantes da equipe gestora municipal e da polícia militar. Foram discutidas medidas de prevenção e enfrentamento ao coronavírus, além padrões de procedimentos a serem adotados nos serviços de saúde do Município.

De acordo com a coordenadora de Vigilância em Saúde, Luzia Fernanda, “esse planejamento é fundamental porque irá estabelecer quais deverão ser os procedimentos seguidos pelos profissionais de saúde junto com a polícia militar nesta situação”, explica.

Na ocasião, houve a apresentação do decreto de situação de emergência municipal por razão da pandemia ocasionada pelo coronavírus. Dentre as determinações do decreto estão: a suspensão de aulas na Rede Municipal de Ensino e de atendimento ao público na Prefeitura Municipal de Águas Vermelhas até o dia 4 de abril de 2020; suspensão de reuniões e eventos públicos, bem como de atividades do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos para Idosos.

Conforme o Ministério da Saúde, a maior preocupação está com a população acima de 60 anos. A reunião também frisou acerca de cuidados que os profissionais de saúde devem ter no atendimento a pacientes com problemas respiratórios.

PRINCIPAIS CUIDADOS
A orientação da Secretaria Municipal de Saúde é a adoção de cuidados básicos para reduzir o risco de contrair ou transmitir infecções respiratórias agudas, incluindo o novo coronavírus: lavar as mãos várias vezes ao dia com água e sabão ou gel, incluindo os pulsos, entre os dedos e embaixo da unha; limpar os objetos com álcool em gel; manter os ambientes sempre ventilados e arejados e cobrir a boca e o nariz com o braço ou um lenço descartável ao tossir ou espirrar. As máscaras devem ser utilizadas apenas por quem já apresenta os sintomas da doença ou tiver contato com pessoas infectadas.

Além disso, também é necessário ficar atento ao que não fazer. É importante não compartilhar objetos pessoais, como toalhas, talheres, canetas e celulares; evitar lugares com muita concentração de pessoas; não tocar o nariz, olhos e boca antes de lavar as mãos e não cumprimentar as pessoas com abraços, beijos e apertos de mão.

TRANSMISSÃO

A transmissão do coronavírus costuma ser pelo contato com pessoas infectadas, por meio de secreções como gotículas de saliva, espirro tosse ou catarro. O vírus pode se disseminar por meio do toque ou aperto de mão ou pelo contato com objetos ou superfícies contaminados, como aparelhos eletrônicos, talheres, notas de dinheiro, entre outros.

QUANDO PROCURAR AJUDA

Deve procurar o atendimento médico a pessoa que apresentar febre e pelo menos um sinal ou sintoma respiratório (tosse ou dificuldade para respirar). No caso de pessoas que retornarem de viagem de locais em que já existam a comprovação de transmissão comunitária do coronavírus deverão comunicar à Unidade de Saúde mais próxima, além de manterem, obrigatoriamente, um isolamento domiciliar por 14 dias corridos (caso possuam sintomas característicos da doença) ou de sete dias (em situações assintomáticas). Para evitar aglomeração de pessoas na unidade, o Hospital Municipal Santa Lúcia suspendeu temporariamente as visitas para pacientes internos.

Em caso de dúvida, ligue para a Secretaria Municipal de Saúde através do telefone: (33) 3755-1543 .

Compartilhar:

Os comentários estão fechados.

Acessibilidade