2ª etapa da Campanha Nacional de Vacinação começa nesta quinta-feira (16)

0

Inicia nesta quinta-feira (16) e se estende até o dia 8 de maio a 2ª etapa da Campanha de Vacinação contra a Gripe Influenza. A campanha se estenderá até o dia 22 de maio.

O público-alvo desta etapa serão: profissionais das forças de segurança e salvamento, portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais, funcionários do sistema prisional, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos sob medidas socioeducativas, população privada de liberdade, caminhoneiros e motoristas de transporte coletivo. O público-alvo da primeira fase, que foram pessoas a partir dos 60 anos e profissionais da saúde, ainda poderá ser vacinado.

Já a terceira etapa, que começará no dia 9 de maio terá como público-alvo professores das escolas públicas e privadas, crianças de 6 meses a menores de 6 anos, gestantes, puérperas, adultos de 55 a 59 anos de idade, pessoas com deficiência e povos indígenas.

A coordenadora de Vigilância em Saúde, Luzia Fernanda, explica que é fundamental que as pessoas se imunizem, uma vez que a vacina é a forma mais eficaz de prevenir a gripe influenza. “Apesar de parecer simples, a doença não é tão inofensiva quanto parece e pode gerar inúmeras complicações podendo, sim, levar a óbito”.

Para se vacinar dirija-se à Unidade de Saúde mais próxima portando a caderneta de vacinação e o cartão do SUS. Os idosos que ainda não foram vacinados serão imunizados em suas residências.

O que é a gripe influenza?

A gripe é uma infecção aguda causada pelo vírus Influenza, que afeta o sistema respiratório e pode provocar complicações graves, inclusive a morte, se não for tratada a tempo, especialmente nos indivíduos que apresentam fatores ou condições de risco para as complicações da infecção.

A Síndrome Gripal, que se caracteriza pelo aparecimento súbito de febre, dor de cabeça, dores musculares, tosse, dor de garganta e fadiga, é a manifestação mais comum. Nos casos mais graves, geralmente, existe dificuldade respiratória e há necessidade de hospitalização.

A transmissão do vírus Influenza ocorre por meio de secreções das vias respiratórias da pessoa contaminada ao falar, tossir, espirrar ou pelas mãos, que após contato com superfícies recém‐contaminadas por secreções respiratórias pode levar o agente infeccioso direto à boca, olhos e nariz.

A Influenza ocorre durante todo o ano, mas é mais frequente no outono e no inverno. Algumas pessoas, como idosos, crianças, gestantes e pessoas com alguma comorbidade, possuem um risco maior de desenvolver complicações.

Compartilhar:

Os comentários estão fechados.

Acessibilidade