21ª Campanha Nacional de Vacinação contra gripe influenza inicia hoje

0

Iniciou hoje e se estenderá até o dia 31 de maio a 21ª Campanha Nacional de Vacinação contra a gripe influenza. A meta é vacinar 90% do público alvo. As vacinas estarão disponíveis em quatro das cinco salas de vacinação de município de Águas Vermelhas.  O dia D será no dia 4 de maio.

A campanha será direcionada aos trabalhadores da saúde; povos indígenas; idosos; professores de escolas públicas e privadas; pessoas com doenças crônicas ou imunidade baixa; jovens sob medidas socioeducativas; funcionários do sistema prisional e pessoas privadas de liberdade e crianças de seis meses a menores de seis anos de idade, as gestantes, as puérperas (até 45 dias após o parto).

De acordo com o Ministério da Saúde as campanhas de vacinação no Brasil têm contribuído na redução da mortalidade em indivíduos portadores de doenças crônicas, tais como doença cardiovascular, acidente vascular cerebral (AVC), doenças renais, diabetes, pneumonias e doença pulmonar obstrutiva crônica (DPOC), dentre outras.

A coordenadora de Vigilância e Saúde, Luzia Fernanda Das Virgens explica que é fundamental que as pessoas procurem a unidade de saúde mais próxima para se imunizarem, uma vez que a vacina é a forma mais eficaz de prevenir a gripe influenza. “Apesar de parecer simples, a doença não é tão inofensiva quanto parece e pode gerar inúmeras complicações podendo, sim, levar a óbito”, explica a coordenadora.

Para se vacinar, a pessoa deve se dirigir à unidade de saúde mais próxima portando o cartão de vacinação. Caso o indivíduo não possua a caderneta, poderá adquirir a sua na própria unidade de saúde. Nesta campanha, cerca de 4.000 pessoas deverão ser vacinadas em todo o município.

A que é a gripe influenza?

A gripe influenza  é uma infecção aguda do sistema respiratório, ocasionada pelo vírus H1N1, com elevado potencial de transmissão. Podendo propagar-se facilmente, sendo responsável por elevadas taxas de hospitalização. Idosos, crianças, gestantes e pessoas com doenças crônicas, como diabetes e hipertensão ou imunodeficiência são mais vulneráveis ao vírus. Os sintomas iniciais são: febre, dor muscular e tosse seca. O Sistema Único de Saúde (SUS) oferta gratuitamente a vacina que protege contra os tipos A e B do vírus.

Compartilhar:

Os comentários estão fechados.


Acessibilidade
Acessibilidade